Museu do Louvre em Paris

Museu do Louvre em Paris

Inaugurado a finais do século XVIII, o Museu do Louvre é o museu mais importante da França e um dos mais visitados do mundo. Atualmente recebe mais de oito milhões de visitantes a cada ano.

O Museu do Louvre está instalado no Palácio do Louvre, uma fortaleza do século XII que foi ampliada e reformada em diversas ocasiões. Antes de que se tornasse um museu, alguns monarcas como Carlos V e Felipe II utilizaram o palácio como residência real onde acumulavam suas coleções artísticas.

Depois da transferência da residência real ao Palácio de Versalhes, o impressionante edifício de 160.000 metros quadrados deu início ao seu processo de transformação a um dos museus mais importantes do mundo.

Em 1989 foi construída a pirâmide de cristal, rompendo a monotonia dos grandes blocos cinzas do museu e que atualmente serve como porta de acesso.

Formado a partir das coleções da monarquia francesa e das espoliações realizadas durante o Império Napoleônico, o Museu do Louvre abriu as suas portas em 1793 mostrando um novo modelo de museu, que passava das mãos das classes dirigentes ao desfrute do público geral.

A coleção do Louvre compreende cerca de 300.000 obras anteriores a 1948, das quais são expostas aproximadamente 35.000.

A imensa coleção está organizada de forma temática em diferentes áreas: antiguidades orientais, antiguidades egípcias, antiguidades gregas, romanas e etruscas, história do Louvre e o Louvre medieval, pintura, escultura, objetos de arte, artes gráficas e arte do Islã.

 

O acervo do Museu do Louvre em Paris possui mais de 380 mil itens e mantém em exibição permanente mais de 35 mil obras de arte. A seção de pintura, com quase 12 mil itens, é a segunda maior do mundo, perdendo apenas para o Museu Hermitage em São Petersburgo na Rússia. É nessa seção que se destaca a Mona Lisa de Leonardo da Vinci. Outras obras de arte como a encantadora e histórica Vênus de Milo, o Retrato de Luís XIV de Hyacinthe Rigaud, o Código de Hamurabi, “A balsa da Medusa”, a “Victoria Alada de Samocrátia”, os “Fossos Medievais” e o quadro “A Liberdade guiando o Povo de Eugène Delacroix”, também, estão em exposição no Louvre. Há obras de artistas como Ticiano, Rembrandt, Michelangelo, Goya e Rubens no museu, sendo ao todo mais de 8 mil anos de arte em exposição. Existem ainda várias mostras temporárias que costumam trazer obras e objetos muito importantes, então nunca deixe de passar!

 

Para entrar no Louvre são várias as entradas, mas as principais estão localizadas da seguinte forma: pela pirâmide do pátio central; pelo Carrousel du Louvre ou pela Rue de Rivoli – você pode escolher qualquer uma delas. O Museu do Louvre em Paris conta com 5 andares: o subsolo (Hall); o mezanino; o térreo; primeiro andar e o segundo andar. Sem dúvidas o maior dentre os museus de Paris. Você pode comprar ingressas na entrada ou, adiantar-se e evitar filas comprando antes (nós explicamos mais em baixo como fazer isso).

O Louvre é enorme e os amantes da arte podem passar vários dias passeando por ele. Para ter uma ideia geral e ver as obras mais destacadas, é necessário dedicar pelo menos uma manhã completa para percorrer o museu.

Fique preparado, pois o Museu do Louvre é gigantesco, então se você fosse conhecer todo o seu acervo levaria dias. Como sabemos que nem todo mundo tem dias seguidos para conhecê-lo, o ideal é separar pelo menos um dia para passear por ele. Para aproveitar ao máximo seu tempo faça um roteiro e veja quais das três alas do Louvre você tem mais interesse em conhecer: a Ala Richelieu, a Ala Denon e a Ala Sully.

Project Details

pt_BRPortuguese
en_USEnglish pt_BRPortuguese